A origem do Preconceito Racial no Brasil


No dia 13 de Maio em 1988, a Princesa Isabel assinou o decreto para à abolição da escravidão, era a Lei Áurea que entrava em vigor. Os negros acreditavam que todos os seus anos de sofrimento e humilhação iriam acabar, mas não foi bem assim que aconteceu. Até hoje, em pleno século XXI, o racismo existe e isso é algo lamentável.

Acredita-se que o surgimento do racismo no Brasil começou no período colonial, quando os portugueses chegaram aqui e trouxeram os primeiros negros ( vindo principalmente da região onde atualmente se localizam Nigéria e Angola). Eles tinham dificuldades em escravizar os primeiros habitantes que habitavam a nossa região, então usaram os negros para servirem de escravos nos engenhos de cana-de-açúcar. Ninguém interviu contra isso e daí pra frente o preconceito só aumentou. A Igreja Católica que nesse tempo detinha muito poder, nada fez também contra a escravidão, pelo contrário, acreditava que os trazendo da África para o Brasil seria mais fácil cristianizá-los.
A ideia do "sangue-puro" também provém desses tempos, em que os nobres de pele pálida com as veias a mostra, se achavam superiores aos de pele escura. Eles acreditavam que existiam seres somente para o trabalho e que eles não tinham alma nem sentimentos.
Várias associações aos negros foram surgindo, e alguns negros acabaram aceitando e se conformando com o destino que supostamente Deus tinha dado a eles. Essa era a concepção que muitos tinham, pelo fato da Igreja e os brancos viverem afirmando isso. Sabe-se que a abolição foi um processo lento e que passou por várias etapas antes da sua concretização. E quando finalmente foi decretada a abolição, não se realizaram projetos de assistência ou leis para a facilitação da inclusão dos negros à sociedade. Então podemos dizer também que o racismo está bastante ligado ao social humano.

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Total de visualizações de página